Os campeões e os destaques da ultramaratona Brasil Ride

26/10/2014 22:16
Largada da última etapa da Brasil Ride Foto: Fabio Piva

Largada da última etapa da Brasil Ride Foto: Fabio Piva

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

A 5ª edição da ultramaratona Brasil Ride conheceu seus campeões, neste sábado (25 de outubro), depois de uma grande disputa final, no formato de maratona, que reuniu cerca de mil bikers. O último dia de pedal pelas espetaculares trilhas da região da Chapada Diamantina, na Bahia, recebeu a ilustre visita de Gary Fisher, um dos inventores do mountain bike.

“Todos estão de parabéns pela coragem de encarar esse desafio. Independentemente se o atleta é “finisher” ou não, pois durante uma semana de pedal tudo pode acontecer. Temos exemplos de atletas profissionais que infelizmente não chegaram ao fim, mas o que importa é que vocês foram guerreiros de participarem da principal Ultramaratona de MTB das Américas”, disse Mário Roma, organizador do evento.

O  holandês Hans Becking e o tcheco Jiri Novak, campeões de 2014 Foto: Fabio Piva

O holandês Hans Becking e o tcheco Jiri Novak, campeões de 2014 Foto: Fabio Piva

O holandês Hans Becking e o tcheco Jiri Novak, da equipe Superior-Brentjens MTB, conquistaram o título após cruzarem a final em 1º, que contou com 61,8km de percurso e 926m de altimetria acumulada. “Ganhamos a prova ontem (24) quando conseguimos uma diferença de 10 minutos. Hoje fizemos o que tínhamos que fazer”, comentou Becking. A dupla fechou a competição com o tempo acumulado de 26h05min47s, vantagem de 2min17s sobre os vices, Tiago Ferreira e Periklis Ilias.

“É um sonho realizado. Hoje doeu muito. Meu parceiro Jiri Novak é muito forte. Nós atacamos no primeiro singletrack, mas os líderes Tiago Ferreira e o grego Periklis Ilias não queriam deixar isso acontecer e nos passaram. No asfalto “mandamos bala” para entrar na frente na segunda trilha e deu tudo certo”, acrescentou.

O português Tiago Ferreira, que participa pela quarta vez, prometeu voltar. “É um sabor amargo perder a camisa amarela no último dia, mas espero poder lutar pela vitória no próximo ano”, declarou.

Gary Fisher participou da última etapa Foto: Fabio Piva

Gary Fisher participou da última etapa Foto: Fabio Piva

Os melhores brasileiros, Henrique Avancini e Sherman Trezza da equipe Caloi Elite, que estavam na briga, tiveram um pneu furado, o que encerrou a chance da vitória na classificação geral, mas garantiu o título na categoria de melhor das “Américas”. Na classificação geral, fecharam em 3º, a 14min34s.

“A Brasil Ride deixa um legado muito forte para o desenvolvimento do mountain bike olímpico, apesar de ser disputada no formato ultramaratona, a pontuação conta para a classificação dos Jogos Olímpicos. Além disso a gente tem essa prova como a única realmente de nível internacional realizada no país. Então a gente conta com a participação de bons atletas e renomados internacionalmente,” comenta Avancini, que despede-se da equipe Caloi e passa a defender o time da Cannondale Factory Racing até os Jogos Olímpicos 2016.

Sonya Looney e Nina Baum foram as campeãs entre as mulheres  Foto: Fabio Piva

Sonya Looney e Nina Baum foram as campeãs entre as mulheres Foto: Fabio Piva

As brasileiras Isabella Lacerda e Érika Gramiscelli conquistaram a vitória da última etapa e o título de melhor time das Américas. A equipe feminina campeã geral foi o time norte-americano NoTubes/Ergon, formado por Sonya Looney e Nina Baum, que ficaram na 2ª colocação na final.

Na categoria mista, o título ficou com o time Niner / Shimano formado por Mateus Ferraz e Ivonne Kraft, que venceu a última etapa, faturando 5 das 7 etapas. Com esse resultado, a ciclista alemã conquista seu quinto título e Mateus conquista o tetracampeonato.

Na categoria Máster, o título da Brasil Ride 2014 ficou com o time Superior Brentjens, formado por Bart Brentjens e Abraão Azevedo, com destaque para o pentacampeonato de Abraão na competição. “O Bart é um grande companheiro. Ele é sempre veloz e essa é a terceira vez que corremos juntos e o terceiro título”, comenta o campeão mundial máster Abraão Azevedo, que referiu-se aos dois títulos na Brasil Ride e um na Cape Epic. Na categoria Grand Máster, o título ficou com Heleno Borges que conquistou seu segundo título, e seu companheiro Paulo Vasconcellos.

Bart Brentjens e Abraão Azevedo, vencedores da Máster Foto: Fabio Piva

Bart Brentjens e Abraão Azevedo, vencedores da Máster Foto: Fabio Piva

A categoria Corporativa, formada por 3 atletas que competem em revezamento, foi muito disputada. Os vencedores foram Ernesto, Joaab e Divonei, da equipe local de Mucugê. “Sem dúvida é uma experiência única, eu já estou participando pela terceira vez e só por estar na minha cidade com o meu povo aqui já é uma honra para mim. Nossa equipe está de parabéns, meus dois amigos que também são filhos de Mucugê. A união faz a força e nós mostramos isso”, afirma Jooab.

 “Eu nunca tinha vivido uma experiência tão difícil na bicicleta, foi uma das coisas que mais difíceis que eu já enfrentei na minha vida… Mas o que compensa esse esforço todo é a companhia, as amizades, a paisagem maravilhosa,” descreve Caio Guatelli, vice-campeão da Corporativa, com Ulisses e Gustavo. “A vida é difícil e isso aqui é um espelho da vida, essas montanhas, essas pedras, a superação é o resultado disso tudo. Isso aqui é uma lição de superação.”

Na categoria Nelore, destinada aos atletas com peso acima dos 90 quilos, o título foi do time “Óticas Diniz”, formada por Robson Tavares Souza/Josias Jose, do Estado de Pernambuco.

Resultados completos no site da Brasil Ride

Contato

MTB Guaira rua monjoli 790
GUAÍRA - PR
85980-000
+55.4436423614
+55.4499934954
contato@mtbguaira.com.br