Começou o Brasil Ride 2014

19/10/2014 23:11

Alguns dos melhores ciclistas de mountain bike do país e do exterior  vão encarar 600 km de pedal  em sete dias de trilhas na Chapada Diamantina, a partir das 12h de domingo, na 5ª edição da Brasil Ride. A 'ultramaratona'  tem percursos diferentes em todas as  etapas.

Os primeiros 20 km serão na região de Mucugê, a 448 km da capital baiana. As outras seis etapas da competição, considerada  como "o maior desafio de bicicleta de montanha da América Latina",  serão  entre Mucugê e Rio de Contas (a 673 km de Salvador),  encerrando com uma trilha de 71 km com percurso apenas  na região de Mucugê.

Com 500 atletas de 35 países, a competição tem como  enfoque desenvolver o esporte na  modalidade mountain bike cross country olímpico (Xco). Po isso, ele é  promovida com essas características e em uma região favorável.

Disputado sempre em duplas, o desafio acontece  nas  categorias Feminino, Mista, Open, Master (atletas de 40 anos acima), Grand Master (a partir de 50) e  Corporativa (três integrantes, formação livre).

No grupo feminino, o principal destaque  é a alemã Ivonne Kraft, de 44 anos, única mulher tetracampeã do Brasil Ride. Ela corre na categoria mista, com o brasileiro Matheus Ferraz.

A alemã é  famosa por  vencer duas vezes a Cape Epic, principal ultramaratona do mundo, com 700 km  nas montanhas da África do Sul. A prova, organizada pela União de Ciclismo Internacional, é disputada por equipes, em  8 dias, reunindo a elite  profissional do mountain bike.

Defesa do título

No Brasil Ride, o holandês  Bart Brentjens, de 46 anos, é o atual campeão  e principal destaque. A  esperança brasileira de título é a dupla de mineiros  campeã nacional  de  cross country olímpico,  Isabella Lacerda e Frederico Mariano.

Ao passar por Salvador, antes de seguir  para Mucugê, o atual campeão Bart Brentjens fez um treino leve na orla.  "Na Holanda todo mundo tem e anda de bike. Achei o trânsito muito duro aqui, bem difícil.   Na Holanda, são muitas ciclovias", compara Bart.

Campeão olímpico de Mtb Xco nos Jogos de Atlanta-1996 e  bronze em Atenas-2004, o holandês treinou  com o alemão Hans Becking, 28, e as norte-americanas Sonia Looney, 31, e Nina Baum, 40. O baiano Lucas Soares, 35,  que também disputará a prova, serviu de anfitrião para o grupo.

As considerações do holandês foram as mesmas do colega alemão, quando o grupo parou para tomar água de coco no Jardim de Alah.  "Não, não, lá no meu país há muito respeito pelo ciclista", afirmou  Hans, ao ouvir o surpreendente  relato da dupla americana Sonia e Nina.

"Aqui em Salvador achei muito respeitoso com a gente. Tem motorista nos Estados Unidos que acerta a garrafa de coca-cola no capacete do ciclista", revelou Nina.

Nos EUA, o uso de telefone ao carro é abusivo, segundo Sonya e Nina, mas aqui elas disseram não ter visto esse tipo de problema. "Os carros americanos são muito grandes e os motoristas usam o celular. Se acham donos da rua", disse Sonya.

Mas as dificuldades de circular entre os carros não chega nem perto da série de obstáculos da Brasil Ride, segundo  Bart Brentjens. "O quinto e sexto dias são os piores, pois já estamos cansados. A pior parte da trilha é o trecho que chamamos de Vietnã", elegeu o holandês.

Essa parte da trilha também é velha conhecida do baiano Lucas Soares, que compara a pedalada no  trecho de 13,5 km à escalada de um pico. "Dá um Himalaia e meio de subida na bike", dimensionou.

Contato

MTB Guaira rua monjoli 790
GUAÍRA - PR
85980-000
+55.4436423614
+55.4499934954
contato@mtbguaira.com.br